Blog Bocayuva Advogados

Blog Bocayuva Advogados | Advocacia que atua a favor do empresario em ações tributárias, previdência, assessoria e assistência jurídica em Brasília.

(61) 3032-8936 / 3032-8933

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Como não cair na malha fina da receita? Veja (x) cuidados essenciais

4 minutos para ler

Todos os anos, milhões de brasileiros precisam declarar Imposto de Renda (IR). Só em 2019 foram mais de 24 milhões de declarações entregues à Receita Federal. Embora seja uma tarefa recorrente, é comum alguns contribuintes cometerem enganos. Por isso, é preciso ficar atento a como não cair na malha fina.

Esse é o nome popular para a Malha Fiscal da Declaração de Ajuste Anual. Trata-se de um procedimento em que a Receita Federal verifica as informações, cruzando os dados das declarações em busca de imprecisões. Caso encontre algum problema, o cidadão é chamado para resolver as pendências.

Neste artigo, você vai conhecer 5 dicas para evitar problemas com a Receita Federal. Acompanhe a leitura e confira!

1. Declare todos os rendimentos de forma coerente

É altamente arriscado omitir informações de rendimentos da Receita Federal. Os técnicos fiscais têm acesso a todas as informações dos contribuintes, como faturas do cartão de crédito, recebimento e pagamento de aluguéis, pensões alimentícias, aposentadorias, salários, entre outras movimentações financeiras e tributárias.

Além disso, os bancos são obrigados a informar ao Fisco todas as movimentações financeiras acima de R$ 5 mil por semestre. As operadoras de cartão de crédito são obrigadas a repassar informações sobre gastos acima de R$ 5 mil por mês.

Outro ponto, que diz respeito às pessoas jurídicas, é em relação ao faturamento da empresa, que é declarado periodicamente. Dessa forma, a declaração anual não pode ser distinta das que ocorrem semanal ou trimestralmente, por exemplo.

2. Preste atenção às despesas dedutíveis

Existe uma extensa lista de gastos que podem ser deduzidos na hora de declarar o IR. Por isso, é importante saber quais valores podem ser declarados, para evitar alguns problemas.

A Receita Federal estipula que o contribuinte só pode deduzir despesas realizadas em benefício próprio ou de dependentes. Por isso, é importante informar todos os rendimentos, as dívidas e os bens de todas as pessoas vinculadas à declaração.

3. Emita as notas fiscais para os clientes

É por meio das notas fiscais que os contribuintes comprovam a compra de um produto ou a utilização de um serviço. Por isso, para não cair na malha fina, é fundamental solicitar e guardar todas as suas notas fiscais.

É importante não deixar de emitir as notas dos clientes. Quem emite pode contar atualmente com as notas fiscais eletrônicas, que facilitam o lançamento e a guarda por meio de sistemas de emissão automática. 

4. Informe os valores corretos

É importante informar os valores corretamente. O lançamento incorreto aumenta o risco de cair na malha fina. Por esse motivo, a declaração deve ser meticulosa e incluir até mesmo os centavos. Para evitar erros de digitação, verifique todas as informações lançadas antes de enviar o documento.

5. Conte com um especialista

É preciso ter atenção a muitos detalhes para evitar erros na declaração do IR. Por isso, é importante contar com um acompanhamento especializado. Com o apoio de uma assessoria tributária ou contábil, o contribuinte consegue evitar imprevistos.

Utilizar um serviço jurídico especializado auxilia no cumprimento de todas as obrigações, além de gerar relatórios que contribuem para embasar as informações declaradas.

Existem muitos fatores que podem levar o contribuinte a cometer um descuido na declaração. Esse assunto é motivo de grande preocupação, e qualquer erro pode ser descoberto facilmente por meio do sistema de cruzamento de dados da Receita Federal.

Se você deseja aprender como não cair na malha fina, siga as dicas deste post. Tenha atenção a estes detalhes e com certeza você conseguirá evitar os principais erros cometidos todos os anos nas declarações de IR.

Gostou das dicas? Para ficar por dentro de assuntos como este, assine nossa newsletter e receba atualizações diretamente em seu e-mail.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

-
Tamanho da Fonte
Modo de Contraste